BREVE BREVE BREVE BREVE BREVE

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Episódio 1 - Bem vinda à Eldarya [TRADUZIDO]

/

Você vaga pela floresta, quando descobre um círculo de cogumelos. Você chega perto, quando de repente um brilhante luz te cega. Quando você volta a si,  você está em uma sala com um grande cristal no centro. Intrigada, você quer tocar o cristal, quando Miiko chega, furiosa. E faz com que você seja presa por Jamon. 


La forêt avait laissé place à quelque chose de complètement différent, à ille lieues de tout ce que j’avais pu connaître ou voir durant toute ma vie.

A floresta foi substituída por algo completamente diferente, muito longe de qualquer coisa que eu já tinha conhecido ou visto em toda a minha vida. 
Bon sang ! Où suis-je tombée ?.
Droga! Onde é que eu caí ?


Je pris un temps pour observer cette immense pièce afin de trouver une explication. Puis, je posai mon regard sur un cristal qui trônait au centre de celle-ci.
Eu levei um tempo para observar essa enorme sala, para encontrar uma explicação. Então eu coloquei meus olhos em um cristal que estava no centro dela.


Il est magnifique…
Ele é magnífico...




Comme hypnotisée par sa faible lueur, je m’avançai vers lui pour le toucher.
Como hipnotizada por seu brilho, avancei em direção a ele para tocá-lo.




Eh! Qui es-tu? Comment es-tu arrivée ici?
Ei! Quem é você? Como você chegou aqui?

(Je me suis retournée, surprise.)
(Eu me virei, surpresa.)


Je t’ai posé une question ! Fais-tu partie des templiers ? Des francs maçons peut-être ?

Eu lhe fiz uma pergunta! Você faz parte dos Templários? Francos maçons talvez?


A-Attendez, je ne comprends rien à ce que vous racontez !
Ei, espere, eu não entendo o que você diz !


Réponds

Responda



(Du feu ? Mais comment a-t-elle ça ?)
(O fogo ? Mas como ela fez isso?)


Je… J’étais dans la forêt, je me promenais, et il y a eu une lumière…
Eu ... Eu estava na floresta, eu estava andando, e houve uma luz ...


Un grand bruit se fit entendre…
Um ruído alto foi ouvido ...



Qu'est-ce qui se passe encore ?!

O que aconteceu agora ?!




Comment pourrais-je le savoir ? Je viens d’arriver !
Como eu poderia saber ? Eu cheguei há pouco!



Jamon, fais ce que tu as à faire. Tu connais la procédure. On s'en occupera plus tard. Je vais voir ce qui se passe.
Jamon , faça o que tem de fazer. Você sabe o procedimento. Nós vamos lidar com ela mais tarde. Vou ver o que esta acontecendo.


La procédure ? Quelle procédure ?!
O procedimento? Qual o procedimento?


L’espèce de femme-renard s’éloigna sans dire un mot de plus, l’air pressée. Puis un mur se dressa devant moi, bloquant mon champ de vision.
A espécie de mulher-raposa foi embora sem dizer uma palavra. Em seguida, um muro estava na minha frente, bloqueando a minha visão.


Un mur ou plutôt… un torse. Je levai la tête pour voir à quoi ressemblait ce colosse. Il me dépassait d’au moins deux têtes!
Uma parede ou melhor ... um torso. Olhei para cima para ver, o que era este gigante. Ele passava de mim, pelo menos duas cabeças !


Finalement, je me demandai comment j’avais fait pour ne pas remarquer immédiatement la présence de ce monstre dans la pièce.
Finalmente, eu me perguntava como eu não tinha notado imediatamente a presença desse monstro na sala.


(Ce doit être lui le « Jamon » dont l’autre femme parlait à l’instant.)
Ele deve ser "Jamon" como a outra mulher estava falando a um instante.)


Il possédait — et possède toujours d’ailleurs — une tête de porc… ou de phacochère. En tout cas, il avait plus de muscles qu’un catcheur mexicain… Il m’empoigna sans crier gare par la main pour me tirer hors de la pièce.
Ele possuía - e de fato ainda tem - uma cabeça de porco ou ... javali. Em qualquer caso, ele tinha mais músculos um lutador mexicano ... Ele me agarrou sem aviso pela mão para me puxar para fora da sala .


Eh ! Doucement ! Vous me faites mal !
Ei! Gentilmente! Você está me machucando!





Grumpf.
Grumpf.


L-Lâchez-moi !!!
D-Deixe-me ir !!!




Je me débattis jusqu’à ressentir une vive douleur dans mon avant-bras… J’abdiquai alors, faute de réussite.
Lutei até sentir uma dor aguda no meu antebraço ... E então, abdiquei por falta de sucesso .


Nous passâmes par plusieurs pièces qui m’étaient inconnues avant d’arriver dans un endroit plus sombre et sans fenêtre. C’était un gigantesque escalier qui semblait sans fin.
Passamos por várias salas que eram desconhecidas para mim, antes de chegar em um lugar mais escuro e sem janelas. Fomos por uma escadaria gigantesca que parecia não ter fim .


Où est-ce que vous m’emmenez ?!
Para onde você está me levando?





Grrr.
Grrr.


Mais répondez-moi !
Mas responda-me!






Ma question était restée sans réponse… Nous descendîmes de nombreuses marches, mes jambes étaient en compote.
A minha pergunta ficou sem resposta ... Descemos muitos degraus, minhas pernas estavam cansadas.

Je levai la tête pour observer l’endroit où je me trouvais. Puis la bête me jeta dans une des cellules.
Olhei para cima para ver onde eu estava. Então o monstro me jogou em uma gaiola...






Pas bouger...
Nenhum movimento...


Hein ? Attendez, vous n’allez pas me laisser là ?
Hein? Espere, você não vai me deixar aqui ?





Miiko dire "pas bouger"...
Miiko dizer "Nenhum movimento"...


Mais je ne vais quand même pas rester ici !
Mas eu não vou ficar aqui de qualquer maneira!


Ce n'est pas drôle! Revenez!
Isso não é engraçado! Volte!


S-S’il vous plaît…
Por-por favor ...


Le peu d’optimisme que j’avais commençait à s’envoler . Force était de constater que même si je ne savais pas où j’étais, je ne me trouvais pas chez moi.
O pequeno otimismo que eu tinha começou a voar para longe. Ficou claro assim que notei que não sabia onde estava, que eu não poderia encontrar a minha casa.


J’étais prisonnière, enfermée dans la pièce la plus lugubre qu’il m’ait été donné de voir.
Eu era uma prisioneira, trancada na sala mais sombria que eu já vi.


Juste au moment où je me disais que ça ne pouvait pas être pire, une ombre apparut dans le point d’eau en face de moi.
Apenas quando eu pensei que nada poderia ser pior, uma sombra apareceu na poça em minha frente .


Un frisson me parcourut... quelqu’un ou quelque chose me fixait! Lentement, je reculai jusqu’à toucher le fond des barreaux de ma cellule… Allais-je servir d’en-cas à ce monstre?
Um arrepio percorreu-me ... alguém ou algo estava olhando para mim! Lentamente, eu recuei até tocar o fundo das barras da minha gaiola ... Será que eu serviria de lanche para esse monstro?


Heureusement pour moi, la bête ne fut pas d’humeur à me rendre visite et préféra replonger dans l’eau.
Felizmente para mim, o animal não estava com disposição para me visitar e preferiu mergulhar na água .


Tremblant de tout mon corps, je me laissai glisser sur le fer froid de la cage.
Com todo o meu corpo trêmulo, eu deslizei na gaiola de ferro frio.


Je me pris à espérer être dans un cauchemar, dont j’allais me réveiller rapidement. Mais la douleur dans mon bras me ramena vite sur terre et me fit bien comprendre que tout cela était bien réel.
Tive esperança de estar em um pesadelo, que acordaria rapidamente. Mas a dor em meu braço rapidamente me trouxe de volta ao chão e me fez entender que tudo era real.


En quelques minutes, ma tête fut remplie de pensées terrifiantes. Je me mis à paniquer en imaginant les pires scénarios.
Em poucos minutos, minha cabeça estava cheia de pensamentos terríveis . Comecei a entrar em pânico , imaginando os piores cenários .


(Mais bon sang… Qu’est-ce qui va m’arriver ?)
( Mas maldição ... O que vai acontecer comigo ? )


FIM DO PRIMEIRO EPISÓDIO

Um comentário:

  1. muito obrigada pro traduzir o ep eu queria muito jogar esse jogo mas a tradução n sai ;-;,vlw pro traduzir <3

    ResponderExcluir